O cliente

Mario e Carlos Gelabert trabalharam durante anos em restaurantes antes de se tornarem empresários. Foi apenas em 2014 que decidiram criar o seu próprio negócio e fundar a The Fitzgerald Burger Company, abrindo o seu primeiro restaurante em Torrent, Valência. 

Atualmente, a empresa conta já com nove restaurantes em cinco cidades de Espanha. 

O desafio

Otimizar processos sem descurar a cultura da empresa 

À medida que a empresa cresce e abre novos espaços em diferentes cidades, os fundadores sentem dificuldade em acompanhar cada aspeto do negócio. Um dos principais desafios com que a Fitzgerald se deparou foi gerir eficazmente as suas equipas. Esforçaram-se para que os horários fossem otimizados para maximizar as vendas ao mesmo tempo que mantinham a excelência do apoio ao cliente. A equipa foi crescendo o que dificultou manter a relação com todos os seus funcionários. 

Antes de usar a MAPAL Workforce, os gestores de loja demoravam horas a planear os horários em Excel e tinham de aguardar pela autorização da sede antes de os atribuírem. Isto era um processo demorado, ineficaz e frustrante para todos os intervenientes. 

A Fitzgerald procurava, por isso, um sistema que os ajudasse a simplificar estes processos, reduzir papelada e a gerir mais facilmente as equipas em vários localidades. 

 

"Na Fitz somos livres, rebeldes e criativos, mantendo sempre a nossa cultura, e isto é muito importante para nós. A MAPAL ajuda-nos a gerir facilmente os processos administrativos. Nós ficamos com mais tempo para passar com a nossa equipa e para focar no crescimento do nosso negócio, alinhado com a nossa cultura.”

Mario e Carlos Gelabert, fundadores da The Fitzgerald Burger Company

A solução

Uma ferramenta de gestão de equipas robusta e fiável 

A Fitzgerald tornou-se parceira da MAPAL em 2018 e implementou a nossa solução Workforce em quatro espaços. O software permitiu-lhes melhorar as suas projeções de vendas e otimizar os horários do pessoal para maximizar o lucro, além de reduzir significativamente os custos de mão de obra. 

Agora podem ter o Staff certo, na hora certa em todos os restaurantes. Com isto conseguiram reduzir os níveis de excesso de pessoal em 21,8%. 

A poupança de tempo e mais eficácia significa que os gestores também podem passar mais tempo com as suas equipas. Isto permite-lhes manter a sua cultura e espírito de empresa e sem parar de crescer. 

Otimizar os níveis de pessoal e promover a sua dinâmica cultura de empresa revelou ser uma excelente combinação, pois a produtividade da empresa aumentou em 12,1% desde a implementação da Workforce. 

As suas equipas têm agora melhor perceção dos seus horários, facilmente comunicam as suas preferências de turnos, o que ajuda a gerirem melhor o seu equilíbrio vida-trabalho. Os funcionários da Fitzgerald estão mais felizes, o que, naturalmente, se traduz em clientes mais felizes.